Petrobras tem lucro de R$ 6,64 bilhões no 3° trimestre

  Terça, 06 de novembro de 2018
  G1    |      

    No acumulado no ano, a estatal soma lucro líquido de R$ 23,6 bilhões, o melhor resultado para o período desde 2011, segundo a companhia.

    A Petrobras registrou lucro líquido de R$ 6,644 bilhões no 3º trimestre de 2018, segundo balanço divulgado nesta terça-feira (6). O resultado representa uma queda de 34% na comparação com o 2º trimestre (R$ 10,07 bilhões). Já ante o mesmo período do ano passado (R$ 266 milhões), o lucro foi 25 vezes maior.

    No acumulado no ano, a estatal soma lucro líquido de R$ 23,6 bilhões, o melhor resultado para o período desde 2011, segundo a companhia, e um crescimento de 371% na comparação com os 9 primeiros meses de 2017.

    Resultados da Petrobras

    A Petrobras atribuiu o resultado principalmente aos seguintes destaques:

     

    • Maiores margens de lucro nas vendas de derivados no Brasil e nas exportações, ambas impulsionadas pelo aumento do preço do barril de petróleo e pelo real mais desvalorizado;
    • Aumento nas vendas de diesel com expansão da participação de mercado; a empresa recebeu R$ 1,6 bilhão do governo federal referente ao programa de subvenção do diesel;
    • Menores despesas gerais e administrativas;
    • Impacto de R$ 3,5 bilhões parao encerramento das investigações das autoridades norte-americanas e ressarcimento de R$ 1, 7 bilhão de recursos recuperados pela operação Lava Jato.

     

    No final de setembro, a estatal anunciou que fechou um acordo que prevê o pagamento de US$ 853,2 milhões (estimado em R$ 3,5 bilhões) para o encerramento, nos Estados Unidos, das investigações do Departamento de Justiça (DOJ) e da Securities and Exchange Commission (SEC) decorrentes das irregularidades investigadas pela Operação Lava Jato. A provisão feita para o acordo foi incorporada no balanço do 3º trimestre.

    Segundo a Petrobras, excluindo as provisões feitas para os acordos nos Estados Unidos, o lucro líquido seria de R$ 10,269 bilhões no trimestre e de R$ 28 bilhões no acumulado do ano.

    O lucro antes de juros, impostos, amortização e depreciação (Ebitda) ajustado somou R$ 29,856 bilhões no 3º trimestre, queda de 1% ante o segundo trimestre, mas um forte aumento de 55,3% ante o mesmo período do ano passado.

    Endividamento

    Em relação ao fim de 2017, a dívida líquida da Petrobras aumentou 4%, saltando de R$ 280,75 bilhões em dezembro para R$ 291,83 bilhões em setembro. A companhia atribuiu o aumento "à depreciação do real frente ao dólar".

    O endividamento líquido é resultado de todas as dívidas da empresa, menos o dinheiro que ela possui em caixa.

    Já o endividamento líquido em dólar atingiu US$ 72,88, o que representa uma redução de 14% em relação a dezembro de 2017.

     

    Ações sobem mais de 75% no ano

    As ações da Petrobras acumulam alta de mais de 75% no ano, impulsionadas pelo aumento do preço do barril de petróleo. A petroleira foi a empresa brasileira de capital aberto que mais subiu em valor de mercado nos primeiros 10 meses do ano.

    Segundo levantamento da Economatica, e empresa ganhou R$ 164 bilhões até o fechamento dos negócios em 31 de outubro, para R$ 380 bilhões, se mantendo no posto de maior companhia listada na B3. A máxima histórica foi registrada no dia 21 de maio de 2008, quando a estatal atingiu na Bovespa valor de mercado de R$ 510,3 bilhões.

Nossos parceiros
Nossos parceiros
Nossos parceiros
Nossos parceiros
SOBRE O SITE PAULO AFONSO | TEM

O site pauloafonsotem é formado por uma ótima equipe de colaboradores que fazem o site andar, deixando o mesmo sempre atualizado com notícias de qualidade para orgulhar cada vez mais todos os nossos internautas! Desde 2010 trazendo conteúdo e informação para você.
QUER ANUNCIAR?

Entre em contato, e faça a sua divulgação conosco! "QUEM NÃO É VISTO NÃO É LEMBRADO" Telefone: 75-98845-4011 | 75-99227-3793 ou se preferir E-mail: pauloafonsotem@hotmail.com!
PREVISÃO DO TEMPO

RECENTES POSTS

Todos os direitos reservados - Desenvolvimento: Ewerton Miranda